Hibisco
 
Por: Rosmari A. M. Lazarini
1
Os Hibiscos pertencem a família botânica Malvaceae. Geralmente são arbutos que variam de semi-lenhoso a lenhoso, de 1,5-3,5 m de altura. As espécies mais conhecidas são: Hibiscus mutabilis originário da China, Hibiscus rosa-sinensis originário da Ásia Tropical e Hibiscus sabdariffa e Hibiscus schizopetalus originários da África.
 

Como planta isolada ou em conjunto formando renques, o hibisco é cultivado como planta ornamental, sendo facilmente encontrado em jardins e até mesmo em calçadas. No Brasil, há um grande número de variedades e formas cultivadas.

Suas flores, formadas durante quase o ano todo, são solitárias e de inúmeras cores, podendo ser simples ou dobradas, de pétalas crespas ou recurvadas e recortadas.

Características como forma e cor, fazem com que a flor do hibisco seja muito visitada pelo beija-flor, que com seu bico arrojado pode beber diretamente do nectário floral sem precisar pousar.

Algumas espécies de regiões temperadas possui folhas denteadas, ásperas e decíduas. Mais comumente são encontradas espécies de folhas largas ou estreitas, variegadas ou não.

Dentre os hibiscos, algumas curiosidades se fazem pertinentes:

- Como sugere o nome, a flor da espécie Hibiscus mutabilis ao se abrir é branca pela manhã e gradativamente vai mudando de cor, ficando rosada e avermelhada à noite.

- A flor da espécie Hibiscus rosa-sinensis L. é o símbolo do Havaí.

- Hibiscus sabdariffa L. é cultivada "para produção de cálices utilizados na culinária para o preparo de geléias e também de fibras".


Bibliografia Consultada

Lorenzi, Harri; Souza, Hermes Moreira. 2001. Plantas Ornamentais no Brasil: arbustivas, herbáceas e trepadeiras. 3.ed Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 1088p.

1
Bióloga e editora do site: www.floraefauna.com
<< Voltar

Sugestões e comentários sobre este portal: rosmari@floraefauna.com
Copyright © 2004 - 2007 - Flora e Fauna. Todos os direitos reservados.