Sibipiruna
Por: Rosmari A. M. Lazarini
1



Árvore originária do Brasil, nativa da mata Atlântica, a sibipiruna (Caesalpinia peltophoroides) pertence à família botânica Leguminosae, sub-família Caesalpinioideae.


Comumente confundida com o pau-brasil e o pau-ferro, por apresentar folhagem semelhante, esta espécie pode atingir 18 metros de altura.






A sibipiruna é muito indicada no paisagismo, sendo facilmente encontrada nas ruas da região sudeste do Brasil. Possui copa frondosa que proporciona sombra acolhedora, contribuindo na redução da radiação solar. No inverno, a sibipiruna perde parcialmente as folhas.

Esta espécie floresce entre os meses de agosto e outubro. Produz grande quantidade de flores, podendo ser classificadas como do tipo racemo, dispostas em cachos cônicos e eretos, formados na antese por flores hermafroditas, amarelas, exceto a pétala adaxial que possui uma mancha vermelha.

Quando a copa apresenta-se totalmente florida tem-se a impressão de estar vendo lanterninhas acessas, devido ao contraste verde das folhas e ao colorido amarelo intenso de suas inflorescências.

Seus frutos são vagens achatadas e surgem a partir de setembro; quando maduros liberam suas sementes.

É indicada na recuperação de áreas degradadas como espécie secundária inicial e pioneira devido ao seu crescimento rápido e pelo grande poder germinativo. Sua madeira pode ser usada para construção civil e caixotaria.


Bibliografia Consultada

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa, SP: Plantarum, 1992. 351p

http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-13092004-141927/
(>acesso 15/10/04<)

1
Bióloga e editora do site: www.floraefauna.com
<< Voltar

Sugestões e comentários sobre este portal: rosmari@floraefauna.com
Copyright © 2004 - 2007 - Flora e Fauna. Todos os direitos reservados.